RSS

A Pulga Friorenta

19 fev

pulga (1)

 

Duas pulgas (ou melhor, pulgos, porque eles eram machos) conversavam:
— Essa noite quase morri de frio, cara! — diz o primeiro.
— Você dormiu aonde? — perguntou o amigo.
— Dormi no bigode de um motoqueiro!
— Você é doido, cara? Os motoqueiros vivem zanzando por aí e quem sofre é você que fica com o vento batendo na cara!
— Pois é! Nem me fala…
— Quer um lugar legal pra você dormir? Procura uma mulher de saia, sobe na perna dela e vai reto toda vida! Você vai chegar numa floresta quentinha, aí é só se esconder e dormir, sossegado!
Empolgadíssimo, o pulgo logo encontrou uma mulher de saia e segue as recomendações do amigo.
Uma semana depois eles se reencontram:
— E aí, cara? Fez o que eu te falei?
— Você tava me sacaneando, né? — esbravejou o pulgo friorento, partindo pra cima do amigo.
— Calma, cara! O que aconteceu? Não achou a floresta quentinha?
— Achar eu achei! Mas eu tava dormindo sossegado e começou uma confusão danada! Fui tão chacoalhado que fiquei tonto e, quando dei por mim, tava de novo no bigode do motoqueiro!

 
 

Tags: , ,

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

 
%d blogueiros gostam disto: